8 erros na gestão financeira da sua empresa que precisam ser evitados

Neste artigo listamos os 8 principais erros que você deve driblar ao máximo para ter uma empresa de sucesso.

1. Perder de vista o acompanhamento do desempenho da empresa.
Esse é um dos erros mais corriqueiramente cometidos. A correria cotidiana em consonância com o excesso de atividades de obrigações leva muito gestores a colocar a gestão financeira em segundo plano.
Não se deve nunca deixar de observar indicadores como: lucratividade, faturamento, caixa, capital de giro, entre outros. Conte também com um histórico, registro de dados e relatórios para comparação e avaliação periódica.

2. Não ter um planejamento financeiro
O planejamento financeiro é a base que lhe permitirá perceber se os indicadores estão satisfatórios ou não e o que pode e deve ser alterados a fim de se atingir as metas.
Ao fazer o planejamento faça projeções baseadas no históricos passados e com base nos dados e atuais do negócio. Determine metas a curto, médio e longo prazo.
Os indicadores ajudarão nas tomadas de decisão para alcançar os objetivos traçados.

BAIXE NOSSA PLANILHA DE FLUXO DE CAIXA GRÁTIS

3. Não ter controle do fluxo de caixa
O fluxo de caixa faz com que o gestor possa ter uma visão clara da saúde financeira do negócio e tomar decisões futuros, portanto, é fundamental registrar todas as movimentações de entrada e saída do caixa e manter os dados o mais atualizado quanto possível.

4. Não ter controle sobre os prazos de vencimento
Não controlar os prazos de pagamento interfere diretamente no controle financeiro eficiente e desencadeia situações que podem gerar um enfraquecimento da confiança junto aos fornecedores, e até mesmo levar a falência de uma empresa. Ter um fluxo de caixa eficiente pode evitar que esse tipo de situação aconteça.

5. Não ter um sistema de gestão
Nada de papel e planilhas, com a tecnologia atual e os sistemas de gestão fica mais fácil evitar falhas humanas, assim como possíveis fraudes e manipulação, além disso, os sistemas de gestão atuais fazem o registro das informações de forma automática e ainda fornecem relatórios para análise, ou seja, é muito mais vantajoso e confiável.

BAIXE NOSSA PLANILHA DE FLUXO DE CAIXA GRÁTIS

6. Não separar contas pessoais das contas empresariais
Como muitas vezes é o próprio dono do negócio quem controla as finanças da empresa, não vê problema em tirar o dinheiro da empresa para usufruto próprio sem qualquer tipo de controle ou planejamento. Esse tipo de atitude dificulta o funcionamento da organização. Estabeleça um pró-labore e deixe as contas pessoais e empresariais individualizadas.

7. Desconsiderar o capital de giro
Para que sua empresa possa crescer é preciso contar com o capital de giro.
É fundamental à medida que a empresa vai se consolidando administrar seus custos fixos e variáveis e demais investimentos necessários para que a empresa tenha um crescimento sustentável.

8. Não saber gerir o lucro obtido
Saber reinvestir lucro dentro da empresa é um dos passos mais importantes para conseguir continuar crescendo e assim alçar novos voos. Estabeleça uma parcela do lucro para manter o investimento dentro da própria empresa.

Se você percebeu que está cometendo algum desses erros, nunca é tarde para corrigi-los. Se você ainda fez nem um deles, você tem grandes chances de seguir rumo ao sucesso do seu negócio.

BAIXE NOSSA PLANILHA DE FLUXO DE CAIXA GRÁTIS



WhatsApp chat