Financeiramente, a terceirização vale a pena?

A terceirização tem se tornado prática comum entre empresas de diversos tamanhos e segmento. Alguns serviços são terceirizados há bastante tempo, como limpeza, manutenção, recursos humanos, marketing, entre outros. E devido à necessidade de profissionalização do setor financeiro e como tática para ganhar competitividade no mercado e reduzir custos, a terceirização financeira também é utilizada de forma estratégica.

No cenário atual, em que a retração econômica é uma realidade no país, antes de fazer qualquer investimento ou tomar decisões, é necessário que o empresário coloque os custos na ponta do lápis e perguntar a si mesmo: “financeiramente vale a pena? ”.

Nesse artigo vamos falar se é financeiramente viável contratar os serviços de uma prestadora de serviços para cuidar das finanças do seu negócio.

O que é a terceirização do financeiro?

O termo terceirização se refere a uma empresa contratar os serviços de uma outra empresa, que seja especialista em seu ramo de atuação. Geralmente, esses serviços são atividades-meio da empresa contratante, ou seja, não é sua atividade principal. Dessa forma, os empresários, gestores e funcionários ganham mais tempo para se dedicar às suas funções estratégicas, trazendo benefícios como ganho de produtividade e foco no negócio.

Outra grande vantagem da terceirização financeira é a redução de custos nos processos. Isso se dá pela economia em implementar um departamento interno para realizar tais funções, como também na contratação e encargos trabalhistas de funcionários.

Quais serviços a terceirização financeira pode realizar?

Uma boa empresa de serviços financeiros está sempre preocupada em atualizar seus métodos e processos para oferecer aos clientes soluções inovadoras e gerar vantagem competitiva para o negócio, como por exemplo ser capaz de fazer projeções do valor em caixa, propor investimentos e prevenir perdas do capital social do negócio.

Entre as tarefas mais comuns, que são de responsabilidade da terceirização financeira, estão:

  • Gestão de contas a pagar e a receber;
  • Conciliação bancária;
  • Cobranças administrativas e judiciais;
  • Gestão de fluxo de caixa;
  • Relatórios financeiros;
  • Emissão de nota fiscal;
  • Impostos e rotinas fiscais;
  • Análise de desempenho;
  • Entre outros.

Vantagens financeiras da terceirização das finanças

Depois de avaliar os benefícios estratégicos da terceirização, a preocupação passa a ser financeira, isto é, se os custos investidos na terceirização trarão resultados além do que foi desembolsado.

Sabemos que a terceirização do departamento financeiro é estrategicamente viável. A profissionalização dessa área é fundamental, já que o financeiro impacta diretamente no alcance de objetivos empresariais, como manter suas atividades, obter lucro e evitar perdas e prejuízos monetários. Somente por essas informações é possível constatar que, evitando prejuízos e gerando vantagem competitiva para a empresa, os custos com a terceirização é um investimento que traz resultados positivos.

Além disso, os custos para manter um departamento financeiro interno são maiores do que terceirizar os processos.

Para manter um departamento financeiro é necessário calcular custos como despesas de escritório (sala, móveis, computadores, impressora, softwares) e encargos trabalhistas (salário, benefícios, 13º salário, rescisão, contribuição ao INSS, entre outros). Já com a terceirização, o custo é previsto em contrato e assim o empresário consegue calcular também a vantagem financeira do investimento.

Para tirar dúvidas e conhecer todas as soluções que temos para você e sua empresa, entre em contato com um de nossos consultores especialistas. Aguardamos o seu contato!

Leia também:

Aprenda a avaliar o custo-benefício da terceirização da gestão financeira do seu negócio



WhatsApp chat Tire Dúvidas no WhatsApp